APRENDER A TOMAR A PRESSAO



Aprendendo e ensinando a cuidar da saúde: Manual de
métodos, ferramentas e idéias para um trabalho comunitário
David Werner e Bill Bower (traduzido, revisado e adaptado sob a coordenação da
Associação Brasileira de Tecnologia Alternativa na promoção de Saúde , TAPS)
São Paulo: Paulus, 1984. 5º Ed.




       Alguns cursos não ensinam o agente de saúde a tirar pressão sanguínea. Outros não conseguem comprar o equipamento necessário. Porem, tirar a pressão e uma habilidade importante - principalmente nas comunidades onde pressão alta e as doenças correlatas são comuns. É importante também para aqueles que examinam as gestantes durante a gravidez. A pressão alta aumenta o risco durante o parto e um aumento da pressão no final da gestação pode ser sinal de toxemia da gravidez (veja ONHM p. 274).

       Qualquer pessoa que sabe contar pode aprender a tomar a pressão.

       O aluno aprende melhor a tomar a pressão quando compreende o princípio básico. Por isso é melhor ele aprender com um aparelho de pressão antigo, de mercúrio, ou pelo menos ver como funciona.

       Com esse aparelho o aluno pode ver como a pressão eleva o mercúrio dentro do tubo. A pressão é medida em milímetros (mm) de mercúrio.


Aparelho de pressão de mercúrio
Para que o aluno tenha uma idéia da pressão no corrente sanguínea, peça para ele levantar uma coluna de mercúrio, soprando assim

(O mercúrio é caro mas pode ser emprestado, por exemplo de um dentista)


       Para tirar a pressão
 
       · Explique o que vai fazer, para evitar que a pessoa fique com medo.
       · Aperte a manga do aparelho de pressão ao redor da parte superior do braço nu.
       · Feche a válvula da pera de borracha girando o parafuso no sentido do relógio.
       · Eleve a pressão, bombeando ate chegar acima de 200 mm de mercúrio. A partir de certo ponto o sangue para porque o coração não consegue vencer a pressão que o aparelho faz no bravo da pessoa.
       · Coloque o estetoscópio sobre a artéria, na parte interna do cotovelo.
       · Solte a pressão, abrindo, bem devagar, o parafuso da pera de borracha.
       · Com o estetoscópio, escute o pulso, enquanto continua a deixar o ar sair da manga do aparelho. Enquanto o nível de mercúrio (ou a agulha no mostrador da válvula) esta caindo, faca duas leituras:

       
       1. Faça a primeira leitura no momento em que começa a ouvir as batidas do pulso. Isso acontece quando a pressão na manga do aparelho esta igual à pressão mais alta que ocorre na artéria (pressão sistólica ou pressão máxima). Essa pressão é alcançada cada vez que o coração se contrai e empurra o sangue através das artérias. Na pessoa normal, essa pressão em geral esta em torno de 110 a 120 mm.


       2. Continue soltando devagar a pressão, escutando com atenção. Faça a segunda leitura quando o som do pulso fica fraquinho ou desaparece. Isso acontece quando a pressão na manga do aparelho esta igual à pressão mais baixa, que ocorre na artéria (pressão diastólica ou pressão mínima). Essa pressão é alcançada quando o coração descansa entre as pulsações. Normalmente esta em torno de 60 a 80 mm.

       Ao registrar a pressão, anote sempre as duas leituras. Dizemos que a pressão normal de um adulto a de "12 por 8" e anotamos assim:

       120
     _____          ou  120/80 120 é a pressão sistólica, máxima ou superior
       80                      80 e a pressão diastólica, mínima ou inferior


       Para evitar palavras complicadas, como sistólica e diastólica, é melhor usar os termos "pressão superior" e "pressão inferior".



       Um jeito simples de ensinar sobre pressão sangüínea

       É difícil entender o que é pressão superior e inferior se a explicação a feita só com palavras. Um dispositivo simples, que o próprio aluno pode fazer, mostra claramente o que as duas leituras significam e como funciona a manga do aparelho de pressão.

       Material necessário: 1 caibro de aproximadamente meio metro de comprimento.
                                         1 tubo de borracha com paredes finas (tubo cirúrgico cm 2 a 3 cm de                                           diâmetro ou a câmara velha de uma bicicleta)
                                          2 grampos cirúrgicos (ou barbante)

       Como fazer: Encha o tubo de água e feche com o grampo nas duas extremidades. Coloque o tubo sob o caibro.



Uma pessoa segura essa extremidade do caibro com firmeza (bem na pontinha)


Outra pessoa age como “coração” – pressionando o tubo de maneira rítmica, como se fosse o pulso


       Isso é feito no assoalho ou sobre uma tábua lisa.

       Cada “pulsação” levanta o caibro. Entre as pulsações o caibro toca na tábua produzindo o som de uma batida. Se o caibro não bate, você precisa por ou tirar um pouco de água do tubo.


Para entender como a manga do aparelho de pressão funciona, coloque o tubo primeiro perto da extremidade do caibro que um aluno está segurando.
Pouco a pouco, puxe o caibro para trás, até que ele comece a levantar e balançar.
Continue a puxar o caibro para trás, até que ele pare de bater no chão e fique levantado entre as “pulsações”.
NÃO LEVANTA

O peso, ou pressão, é tão grande que o “pulso” não levanta o caibro e não há batida.
LEVANTA QUANDO PRESSIONAMOS O TUBO

Essa é q questão superior. Marque “120” nesse lugar.
FICA LEVANTADA

Essa é a pressão inferior. Marque “80” no lugar.


Depois de assinalar as posições 80 e 120 na madeira, os alunos podem completar a escala.


       Tirando ou pondo mais água no tubo (ou mudando a posição dos grampos) podemos aumentar e diminuir a pressão e praticar como medir. E uma boa oportunidade para discutir algumas causas de pressão baixa, relacionadas a diminuição do volume de sangue (choque, hemorragia forte, etc.).

       Observação: Falamos anteriormente dos motivos para não começar um curso com "anatomia e fisiologia" (p. 5-13). Sugerimos incluir informações sobre o corpo humano e seu funcionamento sempre que for necessário para explicar um problema ou uma atividade pratica. A pressão sangüínea a um bom exemplo: a explicação sobre coração e vasos sangüíneos está relacionada a uma habilidade básica (tomar a pressão sangüínea).


       Se alguém duvida que a pressão é maior na extremidade que seguramos, faça a pessoa pôr o dedo no lugar do tubo.



       Pontos que devem constar do ensino da pressão sangüínea

       · Antes do aluno começar a tomar a pressão, ele precisa saber usar o estetoscópio. Faça os agentes ouvirem o coração uns dos outros, para acostumarem com o som das batidas.

       · Faça o agente ver que não deve usar o estetoscópio ou o aparelho de pressão como algo "mágico" que leva as pessoas a acreditarem que ele tem conhecimentos ou poderes especiais. Deve use-los como ferramenta - quando necessário - nunca para se mostrar.

       · A pressão precisa ser tomada quando a pessoa esta em repouso. Se a pessoa faz exercício (correr, andar ou trabalhar), se esta zangada, preocupada, com medo ou nervosa, a pressão pode subir e mostrar leitura falsa elevada. É comum a pessoa ficar nervosa no consultório do médico. Converse sobre isso com os agentes. Discutam o que pode ser feito para a pessoa ficar a vontade antes de tirar a pressão.

       · Sempre tire a pressão 2 ou 3 vezes para ter certeza que a leitura esta correta.

       · A pressão normal para um adulto em repouso esta em torno de 120/80, mas isso varia muito.Podemos considerar normal para a pressão superior qualquer valor entre 100 e 140 e para a pressão inferior qualquer valor entre 60 e 90. As pessoas de mais idade, em geral, tem a pressão um pouco mais alta do que os jovens.

       · Das duas leituras (superior e inferior), geralmente a inferior diz mais sobre a saúde da pessoa... Por exemplo, se a pessoa tem pressão 140/85, não há muita razão para preocupação. Mas se tem pressão 135/110, a pressão está perigosamente alta e a pessoa precisa emagrecer (se a gorda) ou receber tratamento. Se a pressão inferior esta acima de 100, isto significa que a pressão exige atenção especial (dieta ou talvez remédio).

       · Explique aos agentes que, em geral, não ha motivo de preocupação se uma pessoa regularmente apresenta pressão baixa. Na realidade, a pressão um pouco mais baixa que o normal, 90/60 a 110/70, significa que a pessoa tem maior probabilidade de viver, mais e menor probabilidade de sofrer do coração ou ter derrame. Muita gente normal e sadia, principalmente na América Latina, tem pressão 90/60.

       · Uma queda brusca ou acentuada de pressão é sinal de perigo (hemorragia, choque), principalmente se cai a menos de 60/40. 0 agente de saúde precisa prestar atenção nisso em pessoas que estão perdendo sangue ou se há risco de choque. Entretanto, a pressão pode, normalmente, cair um pouco quando a mulher relaxa depois do parto, ou quando uma pessoa se acalma depois de um acidente. Procure sempre outros sinais de choque, além da queda de pressão. (Veja o teste para choque na p. 16-11).

]

       Observação: Referências à pressão sangüínea que constam do manual "Onde não há médico": Choque, p. 98 a 107 (também no Índice Geral); Obesidade, p. 153; Problemas do coração, p. 357; Pressão alta, p. 156 e 360; Derrame, p. 358; Gravidez, pp. 274, 277 e 280; Toxemia da gravidez, p. 274; Parto (hemorragia), p. 291; Pílulas anticoncepcionais, p. 316.




Quando tomar a pressão e como interpretar o resultado
(a tabela é ampliada ou diminuída, de acordo com os problemas locais)



QUEM
QUANDO
O QUE PROCURAR
O QUE FAZER
GESTANTE

No começo da gravidez
Pressão altaPressão normal para mulher
· Se está alta – leitura inferior acima de 100 – preste atenção. Aconselhe a não comer muita gordura e hidratos de carbono (ONHM capítulo 11) – principalmente se ela está gorda. Se for possível, encaminhe para um médico. O parto vai ser mais seguro no hospital.· Se está normal (60 a 95), anote a pressão para comparar mais tarde.
Regularmente durante a gravidez (a cada 2 meses mais ou menos)
Pressão alterada ou alta
Como acima
Com maior freqüência no final da gravidez (principalmente no nono mês ou se há algum problema).
Aumento da pressão
Se a pressão aumenta 10mm ou mais, pode ser toxemia da gravidez (ONHM p. 274). Verifique os outros sinais. Siga os conselhos do manual e procure ajuda médica, se possível. O parto dever ser no hospital
MÃES DURANTE O PARTO

Durante o parto (ou aborto) e nas horas seguintes – principalmente quando há parda de sangue (mesmo quando há pouco sangramento visível, pois o sangue coagulado pode estar retido no útero).
Queda brusca de pressão, com sinais de choque (ONHM p. 107). Se a leitura inferior cai mais de 20mm, ou fica abaixo de 50mm, há perigo. (Alguma queda de pressão é normal após o parto).
· Trate o choque (muito liquido se a mulher está consciente; solução endovenosa, se possível, etc.)· Tente controlar a hemorragia (ONHM p. 291)· Procure ajuda médica ou leve imediatamente para um hospital
QUALQUER PESSOA

Quando existe a possibilidade da pessoa estar perdendo sangue, em qualquer parte do corpo, externa ou interna
Queda brusca ou acentuada de pressão (veja acima). Procure outros sinais de choque (ONHM p. 107)
· Se possível, controle a hemorragia.· Trate o choque (ONHM p. 107).· Se possível, leve imediatamente para um hospital
QUALQUER PESSOA

Quando pode estar em choque (ONHM p. 107), inclusive choque alérgico (ONHM p. 98) . Se a pessoa ainda não está em choque, mas há risco, tire a pressão com freqüência e veja se cai.
Como acima.
· Controle a hemorragia, se houver.· Trate o choque (ONHM p. 107)· Se possível, leve imediatamente para um hospital.
PESSOA COM MAIS DE 40 ANOS
PESSOA GORDA
PESSOA COM SINAIS DE:


       problema cardíaco        derrame
       dificuldade para respirar
       dores de cabeça frequentes       
       
edema
       diabete
       problema urinário crônico
       veias inchadas e doloridas
Toda vez que você encontra uma dessas pessoas, porque é muito freqüente encontrar pressão alta nesses casos.
Pressão alta (leitura inferior acima de 100)Sinais de doença correlata.Grande diferença (acima de 80mm) entre a leitura superior e a leitura inferior (pode ser sinal de endurecimento das artérias) e outras anomalias na pressão.Pequena diferença entre a leitura superior e a leitura inferior pode ser sinal de problema nos rins. Procure ajuda médica.
· Se a leitura inferior está acima de 100mm, mas abaixo de 110, recomenda uma dieta (ONHM p. 153). Aconselhe a pessoa a emagrecer.· Se a leitura inferior está acima de 110mm, recomende dieta e, se possível encaminhe ao médico para receber medicação para abaixar a pressão.· Se a causa é conhecida e pode ser tratada, encaminhe a pessoa, se quiser, a um serviço onde pode receber tratamento.
PESSOAS QUE VOCÊ JÁ SABE QUE TEM PRESSÃO ALTA

A intervalos regulares, por exemplo, uma vez por mês e com maior freqüência...· nos primeiros contatos· quando começa a tomar remédio contra pressão alta ou muda a dosagem· se a pressão está muito alta ou muda muito
· Compare a pressão com leitura anterior· Problemas correlatos, como problema cardíaco, derrame, diabete, problema urinário crônico, veios doloridas
· Compare a pressão com leitura anterior· Problemas correlatos, como problema cardíaco, derrame, diabete, problema urinário crônico, veios doloridas · Siga as recomendações do quadrado acima e do manual ONHM p. 156.· Se a leitura inferior cai para menos de 100mm apenas com a dieta, dê parabéns à pessoa e aconselhe a continuar a dieta.· Se a pressão inferior não cai para menos de 100, ou aumenta (acima de 110), encaminhe a pessoa ao médico para receber um remédio que baixe a pressão.· Continue a verificar a pressão regularmente
MULHERES QUE TOMAM PÍLULA ANTICONCEPCIONAL

Antes de começar e a cada 6 meses
Pressão alta ou aumento de pressão
Se a leitura inferior está superior a 100mm, é mais seguro evitar a pílula. Recomende outro método de espaçar as gestações.