• 28 MILHÕES DE PESSOAS TÊM ALGUM PARENTE COM DEPENDÊNCIA QUÍMICA (EPIDEMIA DE CRACK, DROGAS NAS ESCOLAS).
 
  • 6 MILHÕES DE CRIANÇAS NECESSITAM DE ATENDIMENTO PSIQUIÁTRICO.
 
  • PR TEM DEFASAGEM  DE 7 MIL LEITOS DE PSIQUIATRIA.
 
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE, 21% DA POPULAÇÃO PRECISA OU PRECISARÁ DE ATENÇÃO E ATENDIMENTO DE ALGUM TIPO DE SERVIÇO EM SAÚDE MENTAL.
 
  • O NÚMERO DE HABITANTES PORTADORES DE ESQUIZOFRENIA NO ESTADO DO PARANÁ SEJA DE APROXIMADAMENTE 104.936 PESSOAS, CONSIDERANDO QUE A PREVALÊNCIA DA DOENÇA É 1% DA POPULAÇÃO, SENDO A INCIDÊNCIA ESPERADA É DE 3 CASOS NOVOS PARA CADA 10.000 HABITANTES, PORTANTO DEVEMOS CONSIDERAR AINDA A APARECIMENTO A CADA ANO DE 3.150 PESSOAS COM ESTE QUADRO CLÍNICO DE EVOLUÇÃO GRAVE E CRÔNICA QUE NÃO SE CONHECE.
 
  • OS TRANSTORNOS AFETIVOS, PRINCIPALMENTE OS RELACIONADOS COM A DEPRESSÃO, QUE SÃO UNS DOS MAIS COMUNS TRANSTORNOS MENTAIS COM ELEVADA PREVALÊNCIA AO LONGO DA VIDA, EM MUITOS ESTUDOS ESTIMA-SE QUE ATINJAM DE 17 A 24% DA POPULAÇÃO.
 
  • CONSIDERANDO TAMBÉM A MAIS OTIMISTA DAS HIPÓTESES, QUE 99% DESSAS PESSOAS COM DOENÇA MENTAL TIVESSEM RESULTADOS POSITIVOS COM  OS SERVIÇOS EXTRA-HOSPITALARES, COMO AMBULATÓRIOS, CAPS, CAPS-AD E QUE APENAS UM 1% DESTAS NECESSITASSEM DE INTERNAÇÃO PSIQUIÁTRICA, ENCONTRARÍAMOS OUTRA GRANDE DEFASAGEM ENTRE AS DISPONIBILIDADES EXISTENTES E A NECESSIDADE DA DEMANDA.
 
  • CAPS, DE SALVADORES E DEFICITÁRIOS.
 
  • CRESCE 20% NÚMERO DE LICENÇAS NO INSS POR DEPRESSÃO.
 
  • INVESTIMENTOS SÃO ESCASSOS.
 
  • FAMILIAS SEM RECURSOS NÃO TEM ONDE PÔR  SEUS FILHOS COM DOENÇAS MENTAIS (IMAGINE O QUE É TER EM CASA UM GAROTO EM ESTADO DELIRANTE – ÀS VEZES FALANDO SEM PARAR DA NOITE ATÉ O DIA SEGUINTE.  OS PAIS TENTAM DAR REMÉDIO, TENTAM CONVERSAR E NADA FUNCIONA.  NESSA SITUAÇÃO, O ÚNICO RECURSO É INTERNAR.  VOCÊ SENTE QUE A PESSOA ESTÁ SAINDO DO CONTROLE E PODE FAZER UMA LOUCURA QUALQUER.
 
  • NUMERO CRESCENTE DE SUICÌDIOS ENTRE AS PESSOAS DE 15 aos 40 ANOS.
 
  • AUMENTO DE DOENTES MENTAIS NA POPULAÇÃO DE RUA.
 
  • TRAGÉDIAS DESNECESSÁRIAS.
 
  • DEFASAGEM DA TABELA SUS COLABORA PARA O ENDIVIDAMENTO DOS HOSPITAIS.