Especificador Com Características Catatônicas

        O especificador Com Características Catatônicas pode ser aplicado ao atual (ou mais recente) Episódio Depressivo Maior, Episódio Maníaco ou Episódio Misto nos Transtornos Depressivo Maior, Bipolar I ou Bipolar II. O especificador Com Características Catatônicas é indicado quando o quadro clínico se caracteriza por acentuada perturbação psicomotora que pode envolver imobilidade motora, atividade motora excessiva, extremo negativismo, mutismo, peculiaridades do movimento voluntário, ecolalia ou ecopraxia. A imobilidade motora pode ser manifestada por catalepsia (flexibilidade cérea) ou estupor. A atividade motora excessiva é aparentemente destituída de propósitos e não é influenciada por estímulos externos. Pode haver extremo negativismo, manifestado pela manutenção de uma postura rígida, contrariando tentativas de mobilização ou aparentando resistência a todas as instruções. As peculiaridades do movimento voluntário são manifestadas pela adoção de posturas inadequadas ou bizarras ou por trejeitos faciais proeminentes. A ecolalia (repetição patológica, "tipo papagaio" e aparentemente sem sentido de uma palavra ou frase recém-falada por outra pessoa) e a ecopraxia (imitação receptiva dos movimentos de outra pessoa) freqüentemente estão presentes. Aspectos adicionais podem incluir estereotipias, maneirismos e obediência ou imitação automáticas. Durante o estupor ou excitação catatônica grave, o indivíduo pode necessitar de uma supervisão atenta para evitar danos a si mesmo ou a terceiros. Conseqüências potenciais incluem desnutrição, exaustão, hiperpirexia ou ferimentos auto-infligidos.

        Os estados catatônicos ocorrem em 5-9% dos pacientes internados. Entre estes, 25-50% dos casos ocorrem em associação com transtornos do Humor, 10-15% em associação com Esquizofrenia, e os restantes ocorrem em associação com outros transtornos mentais (p. ex., Transtorno Obsessivo-Compulsivo, Transtornos da Personalidade e Transtornos Dissociativos). É importante notar que a catatonia também pode ocorrer em uma ampla variedade de condições médicas gerais, incluindo, mas não se limitando àquelas devidas a condições metabólicas, neurológicas ou infecciosas, ou pode ser devida aos efeitos colaterais de uma medicação (p. ex., um Transtorno dos Movimentos Induzido por Medicamentos). Devido à seriedade das complicações, uma atenção particular deve ser dada à possibilidade de que a catatonia seja devida à Síndrome Neuroléptica Maligna.

Critérios para Especificador Com Características Catatônicas

Especificar se:

Com Características Catatônicas (pode ser aplicado ao Episódio Depressivo Maior, Episódio Maníaco ou episódio Misto atual ou mais recente no Transtorno Depressivo Maior, no Transtorno Bipolar I ou no Transtorno Bipolar II).

Predomínio de no mínimo dois dos seguintes aspectos:

(1) imobilidade evidenciada por catalepsia (incluindo flexibilidade cérea) ou estupor.
(2) atividade motora excessiva (aparentemente sem propósito e não influenciada por estímulos externos).
(3) negativismo extremo (resistência aparentemente imotivada a todas as instruções, ou manutenção de uma postura rígida, contrariando tentativas de mobilização) ou mutismo.
(4) peculiaridades dos movimentos voluntários, evidenciadas por posturas (adoção voluntária de posturas inadequadas ou bizarras), movimentos estereotipados, maneirismos ou trejeitos faciais proeminentes.
(5) ecolalia ou ecopraxia.